segunda-feira, 28 de março de 2011

A vida é bonita, mas, pode ser linda

video

Sempre falo que uma das características do profissional de marketing deve ter é a sensibilidade. A frase que encabeça este post é fruto de dois anos de pesquisas realizadas com os consumidores de O Boticário, além de um estudo qualitativo e quantitativo feito com o público feminino especificamente que resultou no novo posicionamento da marca.

Hoje não podemos mais falar em consumo sem trabalharmos com sentimento. Ninguém mais compra um carro, compram-se sonhos; não compramos casas, adquirimos lares com projetos; não compramos perfumes e sim recordações (fruto de lembranças olfativas).

O Boticário percebendo muito bem essa transformação motivacional e comportamental da sociedade mudou seu posicionamento com o objetivo de fortalecer a marca. Assisti ontem ao comercial e particularmente achei de espetacular, a marca consegui me emocionar.

A empresa além de um novo posicionamento ganhou nova marca, mais moderna e com novas cores, passando a adotar a letra B como ícone principal. As cores traduzem o valor e experiências conquistadas nestes 34 anos, o logotipo tem uma missão sofisticada e atende ao novo perfil das consumidoras, cada vez mais modernas.

Abaixo o texto na integra do institucional de apresentação, um show a parte.

Parabéns a Future Brand, AlmapBBDO e ao Departamento de Marketing de O Boticário, essa foi uma belíssima prova de que quando o casamento entre Marketing e Propaganda está bem, os resultados são lindos (e não apenas bonitos).

TEXTO DO COMERCIAL O BOTICÁRIO ABAIXO:

Para eu mesma no futuro...

Olá futura eu e então, como estamos? Será que a gente tomou as decisões certas? Será que não cansamos de perseguir nossos sonhos? A gente ainda se emociona com as mesmas coisas? Ainda gosta das mesmas coisas? Me pergunto se a gente ainda comete os mesmos erros. Ficamos ricas? Encontramos a cura pro tédio? Aprendemos a perdoar? Será que a gente tem coisas interessantes para dizer? A gente continua recebendo elogios? Será que chegamos lá? E se chegamos, o lá continua lá? Mas, o mais importante... Estamos felizes? Se eu nos conheço bem, devemos estar. Onde quer que você chegue, chegue linda. O Boticário. A vida é bonita, mas, pode ser linda.

terça-feira, 22 de março de 2011

Babá para adultos

Ontem estava falando que o mundo mudou e com ele as atitudes também se transformaram, aliais, se transformam todos os dias. Enquanto estou escrevendo este post dezenas de novos produtos e serviços estão surgindo e de brinde com eles vem à falta de tempo de quem os cria, vende e consome.

No mundo de hoje 24 horas não são mais suficientes e o que mais a gente vê são pessoas reclamando-se da falta de tempo para tarefas simples, como por exemplo, fazer compras no supermercado, deixar os filhos na escola, mandar concertar um eletro, entre tantas outras coisas. Mas, a solução parece que chegou: um novo serviço, chamado de Lifestyle Management, traduzindo, gerenciamento do estilo de vida, um serviço personalizado que oferece a possibilidade de organizar, planejar e realizar tarefas.

As empresas de Lifestyle Management organizam cada tarefa do dia-a-dia do cliente, desde as mais simples até as mais complexas, uma solução e tanta para a correria do mundo moderno.

Abaixo algumas das muitas atividades realizadas por empresas deste tipo:

Acompanhamento em Consulta, recebimento de encomenda, plantas regadas quando viajarem, traduções/intérprete, nutricionista para montar cardápio, dry cleaning, compras de supermercado, pagamento de contas, procura daquela roupa específica para um evento especial e outros.

Então se você tem verba para contratar ou espírito empreendedor para montar a sua empresa de gerenciamento de estilo de vida, fica aqui a dica.

sexta-feira, 18 de março de 2011

Inovar, um papo velho que se faz novo


Você conhece Luiz Carnier? Ele é consultor de gestão empresarial e importante palestrante na área de empreendedorismo e inovação, durante suas palestras Carnier sempre apresenta o comportamento adequado para que da inovação surja uma concreta atitude empreendedora.

Antes de falar mais sobre essas atitudes inovadoras vou falar sobre empreendedorismo. Muita gente confunde o empreendedor com um “abridor de novos negócios”. Só para esclarecer o empreendedor não precisa ser um empresário, ele é um profissional qualquer que executa atividades de maneira diferenciada, muitas vezes nova, minimizando investimentos e positivando resultados.

Pronto. Agora que esclareci essa duvida, vou continuar a falar das atitudes compartilhadas por Luiz Carnier.

O comportamento INOVADOR sempre existiu, talvez com outro nome, mas, sempre existiu. Temos que inovar o tempo todo, por que só vamos chegar ao futuro se inovarmos no presente.

O inovar está relacionado com o fazer diferente, o difícil de ser copiado e o que represente valor para alguém.

Tá bom! Mas como eu inovo?

A resposta é simples: seja curioso, rápido e questionador.

Carnier citando Albert Einstein, afirmou que a curiosidade é mais importante que o conhecimento. É isso que move o mundo, a curiosidade.

Outra atitude é sair na frente, ser proativo, ter iniciativa. Se você percebe que sua ideia possui concretude, não pense muito para executar, a velocidade da inovação é enorme, então, temos que ser velozes para poder inovar.

Questionar o mercado é condição sine qua non, ou seja, indispensável. Processos aparentemente corretos podem ser lapidados, ou renovados. Fiquem sempre atentos aos concorrentes, eles podem estar gritando uma oportunidade para você.

Com essas três atitudes básicas e outras pequenas observâncias diárias você conseguirá inovar.

Por fim, não se preocupe, a pessoa que inova e é empreendedora é considerada louca por alguns, isso só acontece porque os loucos não enxergam um passo a frente, eles enxergam vários passo no futuro. É preciso pavimentar a estrada.